Últimas pesquisas confirmam vantagem de Obama sobre McCain

Washington, 2 nov (EFE).- O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, aparece com vantagem nas últimas pesquisas divulgadas hoje, a apenas dois dias das eleições de terça-feira, quando os americanos elegerão o próximo presidente do país.

EFE |

O centro de pesquisas Gallup aponta Obama oito pontos à frente de seu adversário, o republicano John McCain, ao dar a ele 51% das intenções de voto, contra 43% de McCain.

Segundo a firma, a margem de 1% adicional se refere a candidatos de partidos menores e 5% é referente a eleitores indecisos.

Já a rede de televisão "CNN" situa hoje o democrata sete pontos à frente, com 53% das intenções contra 46% de McCain.

Keating Holland, responsável da divisão política da "CNN" recomendou, de todos os modos, que se encare os números com cautela e lembrou que nos EUA cerca de um em cada dez eleitores costumam se decidir nos últimos dias da campanha.

Obama segue também à frente nas projeções da "CNN" sobre o colégio eleitoral, órgão que finalmente decide o presidente dos EUA.

O sistema eleitoral americano concede determinado número de votos no colégio eleitoral a cada estado em função de seu tamanho e de sua representação no órgão que finalmente elege o presidente dos Estados Unidos.

Salvo duas exceções, Nebraska e Maine, quem ganha em um estado leva a totalidade dos votos da região no colégio eleitoral. Para conseguir a Presidência, são necessários pelo menos 270 votos, ou seja, a maioria simples dos 538 do colégio eleitoral.

Como muitos estados americanos costumam repetir suas preferências por democratas ou republicanos nas eleições, o pleito geralmente, a cada quatro anos, é decidido em algumas regiões em que a situação é mais indefinida.

Segundo as projeções de "CNN", Obama tem 291 votos no colégio eleitoral, mais que suficiente para ganhar.

Outra enquete conjunta divulgada hoje pelo diário "The Washington Post" e pela rede de televisão "ABC" aponta na mesma direção, ao dar a Obama nove pontos de vantagem.

Fora isso, o "Post" diz que Obama conta com o apoio de estados suficientes para assegurar os 270 votos do colégio eleitoral.

O jornal diz ainda que mesmo se McCain vencer em todos os estados considerados republicanos e também nos que tem leve preferência pela direita seriam necessários 23 votos para levar o senador pelo Arizona à vitória. EFE tb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG