fatwa contra árabes que colaborem com Israel - Mundo - iG" /

Ulemás emitem fatwa contra árabes que colaborem com Israel

Cairo, 14 jan (EFE).- Mais de 100 ulemás (estudiosos do Islã) emitiram uma fatwa (édito religioso) contra a cooperação de estados árabes no fechamento da passagem de Rafah, entre Gaza e Egito, que chamando-os de traidores que cometeram heresia.

EFE |

Segundo a "fatwa", "a cooperação de alguns estados árabes no fechamento do cruzamento de Rafah e a destruição dos túneis para evitar a chegada de remédios e alimentos aos habitantes de Gaza é uma cooperação clara com o inimigo israelense em seu assassinato".

Os ulemás assinalaram que essa colaboração é "uma das grandes traições às que enfrenta a nação (árabe) em sua história".

"Apoiar 'infiéis' contra os muçulmanos é heresia e infidelidade.

A lei islâmica se aplica a qualquer que coopere com o fechamento de Rafah e dos túneis, que leve o inimigo a esses túneis, ou que evite que a ajuda humanitária cruze a fronteira".

Também coincidiram que entregar o controle das fronteiras a tropas internacionais será considerado traição.

Embora não dê nomes, a "fatwa", assinada por ulemás sauditas e de outros países árabes, se refere ao presidente egípcio, Hosni Mubarak, e a funcionários que mantém a passagem de Rafah fechada, apesar de nos últimos dias permitirem a passagem de ambulâncias e ajuda humanitária. EFE nq/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG