Ulemá suspeito de militar para o Abu Sayyaf é detido em Jolo

Zamboanga (Filipinas), 1 abr (EFE).- A Polícia das Filipinas informou hoje que deteve na ilha de Jolo um ulemá suspeito de militar na Abu Sayyaf e de ter participado de vários seqüestros perpetrados por esta organização islâmica filipina que os Estados Unidos vinculam à rede terrorista da Al Qaeda.

EFE |

Fontes do Grupo de Investigação e Detecção Criminal da Polícia identificaram o retido como Ustadz Jaiton Jala Timuay e confirmaram que o têm sob sua custódia desde 21 de março.

Agentes policiais averiguam sua suposta participação no seqüestro de 21 pessoas na ilha de Sipadan, na Malásia, em 2000, e com outra ação similar posterior do Abu Sayyaf na ilha de Basilan, nas Filipinas.

Colegas do suspeito declararam à Polícia que Timuay passou sete anos na Síria, de 1998 a 2005, por isso consideraram impossível que ele cometesse os atos dos quais é acusado. EFE rp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG