Ugandesa dá à luz em avião que sobrevoava o Canadá

Uma ugandesa deu à luz em pleno vôo quando o avião em que viajava sobrevoava o Canadá, informou nesta quinta-feira a imprensa americana. A menina, que nasceu com 2,7 kg e terá cidadania canadense, passa bem.

AFP |

A pequena Sacha veio ao mundo às 09H00 horário local (14H00 GMT) de quarta-feira, dia 31, sob os aplausos dos espantados passageiros do vôo 59 da companhia americana Northwest Airlines, que vinha de Amsterdã, na Holanda, com destino a Boston, leste dos Estados Unidos.

No momento do parto, a aeronave sobrevoava a cidade canadense de Halifax, segundo o jornal The Boston Globe.

Alertada por passageiros preocupados com os gemidos de dor de uma mulher, a tripulação do avião fez um apelo incomum pelo alto-falante: "Temos uma urgência médica, há algum médico a bordo?".

Dois médicos que voltavam de férias se dirigiram prontamente aos fundos da aeronave, onde encontraram a parturiente.

"Ela estava em dificuldades (...). Tinha contrações a cada dois ou três minutos", contou ao Boston Herald o médico Paresh Thakkar.

Sasha nasceu sem problemas, cerca de 90 minutos antes do pouso em Boston.

"Ela parecia estar bem de saúde. Abriu os olhos e estava muito feliz", disse por sua vez Natarajan Raman, o outro médico que realizou o parto.

Ao aterrissar, a mãe e a bebê foram levadas para o Massachusetts General Hospital de Boston. A identidade da mulher não foi divulgada pela companhia aérea.

Funcionários da empresa explicaram que, como nasceu no espaço aéreo do Canadá, a criança se torna automaticamente cidadã canadense.

str/chl/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG