UE terá reunião de crise para abordar gripe suína

Os países da União Europeia (UE) tentarão nesta quinta-feira chegar a um acordo sobre um plano para combater a epidemia de gripe suína, que já afeta o continente europeu, depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que a pandemia é iminente.

AFP |

A missão dos ministros europeus da Saúde, convocados para uma reunião extraordinária nesta quinta-feira à tarde em Luxemburgo, será difícil ante as recomendações contraditórias à população emitida a nível nacional pelos países membros da UE.

A proposta francesa de suspensão dos voos para o México será examinada, mas a maioroa dos países do bloco se mostrou hesitante quanto à adoção de uma medida tão drástica.

No entanto, a rapidez com que a situação evolui, com a confirmação de novos casos de gripe suína em vários países da Europa e o fato da OMS ter elevado o nível de alerta pandêmico de 4 para 5, em uma escala que vai até 6, pode forçar os ministros a adotar uma postura contundente.

A OMS aconselha os países a recomendar uma redução das viagens e as aglomerações nos transportes públicos, mas não recomenda restrições de deslocamentos até os países afetados.

Na Europa foram confirmados 10 casos de infecção do vírus A/H1N1 na Espanha, cinco na Grã-Bretanha, três na Alemanha, um na Áustria e outro na Suíça.

app/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG