UE sela amanhã acordo para receber presos de Guantánamo

Bruxelas, 3 jun (EFE).- Os ministros de Justiça e Interior da União Europeia (UE) aprovarão amanhã o acordo que regerá a admissão de detidos de Guantánamo, o que abrirá a porta para que os países do bloco comecem a negociar com os Estados Unidos.

EFE |

Os embaixadores dos 27 países-membros deram hoje os últimos retoques à minuta do acordo que será estudado amanhã no Conselho de Ministros em Luxemburgo, e há um já consenso geral, segundo indicaram fontes do bloco.

O texto, que deve ser aprovado por unanimidade, diz que a UE dá uma cobertura política ao recebimento de ex-detentos de Guantánamo, embora não tenha efeitos jurídicos e não seja estritamente necessário para que países europeus interessados negociem com Washington.

Os europeus admitiriam dentro desse projeto apenas detidos que os EUA considerem que podem ser liberados por não terem provas.

Além disso, os presos iriam para os países europeus apenas se assim desejarem e dentro de um rigoroso sistema de troca de informação sobre sua identidade. EFE rcf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG