UE se reunirá com companhia iemenita após acidente aéreo

Bruxelas, 2 jul (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) anunciou hoje que na próxima semana se reunirá com representantes da companhia Yemenia Airway, que operava o avião que caiu no Oceano Índico na segunda-feira com 153 pessoas a bordo, e do qual só se encontrou uma sobrevivente.

EFE |

O Executivo da União Europeia (UE) solicitou ontem à companhia aérea que comparecesse hoje em Bruxelas perante o Comitê de Segurança Aérea do bloco para dar detalhes do ocorrido.

Fontes da UE disseram à Agência Efe que a Yemenia entrou hoje em contato com a Comissão para explicar que, devido a um problema com os vistos, não pôde enviar nenhum representante a tempo para a reunião.

No entanto, a companhia manifestou sua vontade de cooperar com Bruxelas, que lhe solicitou que apresente até o próximo dia 10 informação completa sobre o ocorrido.

A UE publicará na próxima semana uma nova lista de companhias aéreas proibidas de sobrevoar território comunitário, na qual a Yemenia poderia estar incluída, se os documentos que oferecer até essa data não forem adequados. EFE mrn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG