Bruxelas, 8 ago (EFE).- A União Européia (UE) está muito preocupada pela evolução dramática dos acontecimentos na região da Ossétia do Sul e pede fim imediato da violência na região.

"Lamentamos profundamente a perda de vidas e o sofrimento dos civis", declarou Cristina Gallach, porta-voz do alto representante de Política Externa e de Segurança Comum da União Européia (UE), Javier Solana.

Segundo Cristina, Solana está acompanhando de perto a situação e se mantém em contato com parceiros internacionais da UE.

A porta-voz reiterou a mensagem lançada ontem por Solana e pediu o fim imediato da violência na Ossétia do Sul.

Ontem à noite, o representante da UE analisou, em conversa telefônica com o presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, a situação na região separatista. EFE mvs/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.