algo sério sobre Darfur - Mundo - iG" /

UE quer que autoridades do Sudão façam algo sério sobre Darfur

Paris, 13 jul (EFE).- O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, disse hoje que espera que as autoridades sudanesas façam agora algo sério sobre Darfur, precisamente quando se espera a possível inculpação de altos cargos do país africano, incluindo seu presidente, Omar al-Bashir.

EFE |

O promotor chefe do Tribunal Penal Internacional (TPI), Luis Moreno Ocampo, anunciará amanhã os resultados de sua segunda investigação sobre o conflito na região sudanesa de Darfur, e jornais como "Le Monde" e "The Washington Post" anteciparam que Bashir será acusado.

As informações citam fontes das Nações Unidas, embora o TPI se recuse a confirmá-las. Em Darfur morreram mais de 300 mil pessoas em cinco anos de conflito, e há dezenas de milhares de refugiados no Sudão.

"Espero que agora as autoridades sudanesas façam algo sério sobre Darfur", comentou Barroso em Paris, onde participava da Cúpula da União pelo Mediterrâneo (UPM).

Barroso assinalou que esteve há dois anos em Cartum e em Darfur, onde pôde ver a "terrível situação" nessa região e já então havia advertido Bashir que "era melhor para ele que mostrasse o mais rápido possível um autêntico compromisso para cooperar com a ONU".

"Espero que agora as autoridades sudanesas cooperem de boa fé com a comunidade internacional e nos ajudem a pôr fim à terrível situação do povo de Darfur", afirmou o presidente do Executivo comunitário.

O promotor Ocampo anunciou em maio passado que tinha emitido ordens de detenção contra o ex-vice-ministro do Interior sudanês, Ahmad Mohammed Harun, e o líder da milícia Janjaweed, Ali Kushayb.

EFE rcf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG