UE propõe contribuição a países pobres contra mudança climática

Bruxelas, 10 set (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) propôs hoje que o bloco contribua com até 15 bilhões de euros (US$ 21,891 bilhões) anuais em 2020 ao financiamento público internacional de que os países em desenvolvimento precisam para combater a mudança climática, uma oferta que já foi criticada, devido à falta de ambição.

EFE |

O Executivo comunitário calcula que as nações em desenvolvimento precisarão de cerca de 100 bilhões de euros (US$ 145,942 bilhões) ao ano em 2020 para custear as medidas que devem ser tomadas para reduzir suas emissões de gases do efeito estufa e se adaptar aos efeitos do aquecimento global.

Desse total, entre 20% e 40% terão que proceder de fontes de financiamento nacional (público e privado) dos próprios países em desenvolvimento, outros 40% do mercado de carbono - receita do comércio de direitos de emissão e mecanismos de desenvolvimento limpo - e os outros do financiamento público internacional.

A Comissão Europeia também esclarece que o financiamento público internacional - que calcula que deverá ficar entre os 22 bilhões e 50 bilhões de euro (US$ 32,107 bilhões-US$ 72,971 bilhões) não procederá só dos países industrializados, mas as nações em desenvolvimento mais avançadas (como Índia e China) também deverão contribuir.

A contribuição de cada país a este financiamento será calculada em função de sua responsabilidade pelas emissões e seu Produto Interno Bruto (PIB), e com isso a contribuição da UE variará entre 10% e 30% - de 2 bilhões a 15 bilhões de euros (US$ 2,919 bilhões-US$ 21,891 bilhões) -, em função do peso que se decidir conceder a estes critérios.

O financiamento aos países em desenvolvimento é considerado um dos elementos-chave para desbloquear as negociações internacionais sobre mudança climática e conseguir um acordo global que substitua o Protocolo de Kioto a partir de 2013. EFE mrn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG