UE processa Itália por caos no lixo de Nápoles

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Européia disse na terça-feira que levará a Itália à maior corte da Europa devido a uma crise de coleta que deixou pilhas de lixo nas ruas de Nápoles por meses. Levaremos a Itália ao tribunal por causa da crise de administração do lixo na região de Campânia, disse a repórteres uma autoridade da Comissão, que é o braço executivo da União Européia.

Reuters |

'Notamos que propostas estão sendo feitas à Itália, para que ela melhore a situação. Mas, baseando-se no cronograma apresentado, a Comissão não está convencida de que essa questão será resolvida com velocidade suficiente', disse a autoridade.

Bruxelas fez um ultimato à Itália em janeiro, alertando que poderia levar o caso ao Tribunal Europeu de Justiça. A Itália pode ter de pagar pesadas multas, caso o tribunal baseado em Luxemburgo decida a favor da Comissão.

A coleta de lixo em Nápoles e na região circunvizinha de Campânia começou a ser prejudicada no Natal, quando quase todos os aterros foram declarados cheios e centenas de toneladas de lixo, empilhadas nas ruas, o que levou a uma crise sanitária.

A Itália também recebeu uma advertência na terça-feira, devido à não-submissão à ordem anterior do Tribunal Europeu de Justiça de que o lixo fosse recolhido na região de Lácio e outras partes do país.

'Em relação ao Lácio, a Comissão está lançando outra advertência, já que a região não implementou o plano traçado pelo Tribunal no ano passado', disse a autoridade.

(Reportagem de Darren Ennis)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG