UE premia jornalista brasileiro por matéria sobre violência policial

Bruxelas, 19 jun (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) nomeou hoje o jornalista brasileiro Raphael Gomide vencedor do Grande Prêmio Lorenzo Natali-2008 de Jornalismo.

EFE |

A organização responsável pela atribuição do prêmio decidiu entregá-lo a Gomide depois de retirar a homenagem do vencedor anterior, o beninense Larrisse Houssou, por suposto plágio.

Por causa de uma denúncia de plágio recebida em abril último, o júri independente do prêmio decidiu iniciar uma investigação para comprovar se as acusações tinham fundamento, segundo informou hoje a Comissão Europeia em comunicado.

Ainda segundo o órgão executivo da UE, Houssou não apresentou "explicações satisfatórias", levando o júri a retirar o prêmio e concedê-lo ao jornalista brasileiro, que conquistou a homenagem por uma reportagem sobre violência policial publicada no jornal "Folha de S.Paulo".

A Comissão Europeia concede o Grande Prêmio Lorenzo Natali-2008 de Jornalismo desde 1992 a reportagens que enfoquem a defesa dos direitos humanos e a democracia.

A cerimônia de entrega dos prêmios este ano ocorrerá durante as chamadas Jornadas Europeias de Desenvolvimento, principal acontecimento da política desenvolvimentista na Europa. O evento será realizado em Estocolmo de 22 a 24 de outubro. EFE vd/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG