UE pode obrigar Microsoft a oferecer alternativas ao Explorer

Bruxelas - A Comissão Europeia (CE, órgão Executivo da União Europeia) estuda a possibilidade de obrigar a Microsoft a propor navegadores de internet alternativos ao Explorer no processo de instalação do Windows, entre outras medidas para evitar sua posição dominante no mercado europeu, publicou hoje o diário The Wall Street Journal Europe.

EFE |

Segundo fontes ligadas ao caso, os fabricantes de computadores teriam, por contrato, que distribuir vários navegadores durante a instalação de novos computadores, enquanto os já usuários do Windows deveriam receber um convite de download automático de plataformas diferentes ao Explorer.

Aparentemente, a Microsoft alega que os usuários já têm a possibilidade de fazer o download pela internet de outros navegadores como o Mozilla Firefox e o Google Chrome, e afirma que o Explorer já está experimentando uma queda no mercado europeu.

Segundo a empresa de controle do trânsito na Internet StatCounter, há poucos anos o Explorer era utilizado por 80% dos internautas europeus, mas em abril esta porcentagem tinha caído para 48%, enquanto 39% preferiam o Mozilla Firefox.

Leia mais sobre: Microsoft

    Leia tudo sobre: microsoft

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG