UE pede que Tsvangirai dirija o governo do Zimbábue (Kouchner)

A União Européia (UE) não aceitará um governo no Zimbábue que não seja dirigido pelo opositor Morgan Tsvangirai, declarou nesta terça-feira o chefe da diplomacia francesa, Bernard Kouchner, cujo país preside a UE.

AFP |

"A presidência francesa (da UE) tem a mesma posição que a Comissão Européia: um governo do Zimbábue não dirigido pelo chefe da oposição, Morgan Tsvangirai, que obteve 47% dos votos no primeiro turno, é ilegitímo", afirmou Kouchner, ressaltando que "o segundo turno da eleição presidencial no país africano foi uma farsa".

cr/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG