UE pede que Irã aproveite mão estendida de Obama

Luxemburgo, 27 abr (EFE).- A União Europeia (UE) pediu hoje que o Irã aproveite a oportunidade aberta pela nova política dos Estados Unidos e aceite um processo negociador sobre seu programa nuclear.

EFE |

Os ministros de Exteriores da UE apoiaram "a nova direção" da política dos Estados Unidos rumo ao Irã, que abre uma porta à oportunidade de lançar negociações sobre todos os aspectos do programa nuclear iraniano e, de forma mais ampla, a uma maior relação com esse país.

O Conselho de Ministros comunitário aprovou um texto de conclusões no qual também comentou a decisão americana de participar das negociações que Alemanha, Reino Unido, França, Rússia e China mantêm com o Irã (o processo conhecido como P5+1), e de assistir a reuniões com representantes do regime de Teerã.

Por isso, a UE pede ao Irã que "aproveite esta oportunidade" para lançar "seriamente" um processo de diálogo com a comunidade internacional para encontrar uma solução negociada à questão nuclear iraniana de forma a atender os interesses desse país.

Essa solução incluiria o desenvolvimento de um sistema civil de geração de energia de origem nuclear, assim como "as preocupações da comunidade internacional" sobre o atual programa atômico de Teerã.

O texto comunitário ressalta que o Irã "deve restaurar a confiança" internacional da natureza "exclusivamente pacífica" de suas atividades atômicas.

No final de março, o presidente americano, Barack Obama, propôs ao Irã lançar um novo princípio nas relações entre os dois países, suspensas há anos.

No entanto, o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, anunciou no início deste mês a montagem de novas centrífugas de gás e inaugurou uma usina que culmina a cadeia de produção própria iraniana de energia nuclear. EFE rcf/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG