UE pede flexibilidade máxima para alcançar avanços na cúpula

Bruxelas, 17 dez (EFE).- A União Europeia pediu hoje que os participantes da cúpula sobre o clima de Copenhague façam esforços ao limite final de suas flexibilidades para que as negociações possam avançar.

EFE |

Em uma declaração conjunta diante do bloqueio das conversas, a UE manifestou "preocupação" com a "falta de progressos nas negociações" da capital dinamarquesa.

Os 27 países-membros lembraram que apresentaram "propostas concretas" e que mantém uma oferta condicional para "fazer mais" se outros países "especialmente os principais emissores" de gases poluentes melhorarem suas ofertas.

A UE vai reduzir suas emissões de CO2 para 2020 em 20% com relação ao nível de 1990, e se comprometeu a elevar o número para 30% se outros países fizerem esforços comparáveis.

"A UE está convencida que é possível alcançar um acordo", afirmou um porta-voz da Comissão Europeia, Michael Mann, em declarações. EFE rcf/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG