provocações israelenses em Jerusalém Oriental - Mundo - iG" /

UE pede fim de provocações israelenses em Jerusalém Oriental

Bruxelas, 21 jul (EFE).- A União Europeia (UE), atualmente presidida pela Suécia, voltou a pedir às autoridades israelenses que suspendam a demolição e o confisco de imóveis palestinos em Jerusalém Oriental.

EFE |

Em nota, o bloco disse que essas e outras "provocações" são consideradas "ilegais" pelo direito internacional.

Israel deve "abster-se de toda provocação em Jerusalém Oriental, inclusive das demolições de imóveis e das desocupações", diz o comunicado, que reforça um pedido feito no último dia 26 pelo Quarteto de Madri para o Oriente Médio (EUA, Rússia, ONU e UE).

A UE lembrou ainda que, num comunicado publicado em 24 de março, já tinha manifestado sua "profunda preocupação" com os avisos de despejo que estavam sendo dados a famílias palestinas na parte leste de Jerusalém.

As ordens de despejo emitidas pelas autoridades israelenses "afetam negativamente" os palestinos na cidade. Somadas ao "aumento dos assentamentos em Jerusalém Oriental, elas comprometem ainda mais as oportunidades de paz", dizia a declaração de março.

Apesar de não existirem dados oficiais, calcula-se que 1,5 mil imóveis em Jerusalém Oriental correm o risco de serem demolidos pelas autoridades israelenses. EFE jms/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG