Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

UE pede explicações à Eslováquia por falha em segurança aérea

Bruxelas, 8 jan (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) solicitou mais informação ao Governo da Eslováquia sobre o erro cometido pela Polícia eslovaca no sábado passado, quando, durante um teste de detecção de bombas, as autoridades colocaram explosivos na bagagem de um passageiro sem o conhecimento deste.

EFE |

"Enviamos uma carta a Bratislava pedindo mais informação sobre os fatos. Trata-se de um voo entre dois países da União Europeia e queremos mais dados sobre o ocorrido", disse hoje um porta-voz da Comissão, em entrevista coletiva.

A Comissão Europeia, que, em qualquer caso, não tem base legal para impor nenhuma punição a Bratislava, anunciou que divulgará pública sua opinião formal sobre o ocorrido após obter toda a informação do Governo eslovaco sobre o caso.

Em 2 de janeiro, as autoridades eslovacas colocaram vários gramas de hexogeno na bagagem de dois passageiros eslovacos no aeroporto de Poprad, à espera que um cão treinado os detectasse, como exercício de segurança, mas o animal só descobriu um dos explosivos, fazendo com que a outra pessoa viajasse com a carga.

Um policial se esqueceu de retirar a segunda amostra da bagagem do passageiro, como reconheceu depois o Ministério do Interior eslovaco, em comunicado. EFE lmi/an

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG