UE pede avanços tangíveis para pacto global de mudança climática

Bruxelas, 27 mar (EFE).- A Comissão Europeia (CE, órgão executivo da União Europeia) pediu hoje que a Conferência da ONU que começa este domingo na Alemanha consiga avanços tangíveis em direção a um novo e ambicioso acordo mundial para combater a mudança climática.

EFE |

As negociações na cidade de Bonn, que vão terminar no dia 8 de abril, são as primeiras desde a Conferência de Poznan (Polônia) em dezembro e desde que Barack Obama tomou posse como presidente dos Estados Unidos.

O acordo internacional sobre mudança climática que substituirá o Protocolo de Kioto a partir de 2013 deve ser fechado na cúpula das Nações Unidas que acontecerá em Copenhague no final deste ano.

O comissário europeu do Meio Ambiente, Stavros Dimas, considera fundamental que a redução dos pontos de desacordo na reunião de Bonn, já que faltam apenas nove meses para Copenhague.

"Nos últimos dois meses, a UE estabeleceu uma visão global para o acordo de Copenhague. Agora, esperamos que nossos parceiros apóiem nossas posturas ou proponham alternativas construtivas", comentou.

A UE se comprometeu a reduzir, em 2020, suas emissões de gases do efeito estufa em 30% a respeito dos níveis de 1990, caso alcance um acordo internacional sobre mudança climática.

Além da conferência de Bonn, estão agendadas outras três reuniões antes de Copenhague: uma em junho, novamente em Bonn, e outras duas que ainda não têm detalhes confirmados, mas que poderiam acontecer em Viena ou Poznan (Polônia), em agosto, e em Bangcoc, em setembro ou outubro. EFE mrn/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG