UE, ONU e OMS estudarão ajuda a países em desenvolvimento diante da gripe

Bruxelas, 15 set (EFE).- A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) estudará com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e com a ONU como ajudar os países em vias de desenvolvimento a fazer frente à pandemia da nova gripe, anunciou hoje o Executivo comunitário.

EFE |

A Comissão "está trabalhando de perto com a OMS e esperando que a ONU elabore um documento sobre as necessidades específicas dos países em desenvolvimento sobre a vacinação", afirmou hoje a comissária da Saúde europeia, Androulla Vassiliou.

"Uma vez que tenhamos a informação precisa sobre suas necessidades, decidiremos que ajuda específica daremos", disse Vassiliou, em entrevista coletiva retransmitida a partir da sede do Parlamento Europeu em Estrasburgo, na qual apresentou uma estratégia para melhorar a coordenação da UE perante a pandemia.

A comissária descartou, por enquanto, a criação de novos fundos para as possíveis ajudas, dado que a Comissão "já conta com instrumentos financeiros que são considerados adequados e que é possível modificar rapidamente se surgir a necessidade".

A estratégia apresentada hoje por Vassiliou também inclui a recomendação aos Governos europeus de "oferecer aos cidadãos informação transparente e atualizada diariamente", para que estes "mantenham sua confiança na gestão da pandemia pelas autoridades".

A Comissão sugeriu também o lançamento de campanhas de informação destinadas aos grupos "de risco", assim como aos viajantes, um grupo que "está exposto de um modo diferente à pandemia".

Vassiliou voltou a descartar o fechamento de colégios como medida para conter a expansão do vírus, e disse que esta ação só teria utilidade "se um único centro produzir um número elevado de contágios".

O conjunto de recomendações servirá de orientação para o conselho extraordinário de saúde sobre a nova gripe que os ministros europeus da pasta realizarão em 12 de outubro, em Luxemburgo. EFE ahg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG