UE não reconhece eleições da Abkházia

Bruxelas, 14 dez (EFE).- A União Europeia (UE) afirmou hoje que não reconhece a legitimidade das eleições presidenciais realizadas no sábado na região separatista georgiana da Abkházia.

EFE |

A UE "não reconhece o marco legal e constitucional em que aconteceram as eleições", afirma uma declaração da Presidência do bloco - nas mãos da Suécia -, em nome dos 27 países-membros.

Acrescenta que a UE "continua apoiando a integridade e a soberania territorial da Geórgia, como está reconhecido na legalidade internacional".

A independência da Abkházia e da Ossétia do Sul (outra região separatista da Geórgia) foi reconhecida pela Rússia em agosto de 2008, decisão que só foi apoiada por Nicarágua e Venezuela.

No pleito do sábado, que foi considerado uma "farsa" pelo Governo da Geórgia, Serguei Bagapsh foi reeleito presidente por maioria absoluta para outro mandato de cinco anos. EFE rcf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG