UE: fracasso da OMC é mais grave para os pobres

O fim das negociações na Organização Mundial do Comércio (OMC) foi um fracasso coletivo, mas afetará principalmente os países em desenvolvimento, afirmou nesta terça-feira, em Genebra, o comissário de Comércio da União Européia (UE), Peter Mandelson.

AFP |

"Foi um fracasso coletivo, mas as consequências não serão iguais", pois os "países pobres" terão menos "oportunidades", disse Mandelson à imprensa, ao resumir os nove dias de negociações na sede da OMC.

Estas oportunidades estavam implícitas na perspectiva de cortes nos subsídios agrícolas e na abertura dos mercados dos países ricos, explicou.

Para a comissária européia da Agricultura, Mariann Fischer Boel, "o mundo será mais imprevisível" após o fracasso das negociações da Rodada de Doha.

"Perdemos a oportunidade de realizar o primeiro pacto global para redesenhar a ordem mundial", disse Fischer Boel, visivelmente abalada.

ama/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG