Os países da União Europeia (UE) conseguiram um acordo fundamental, neste domingo, na cúpula do bloco em Bruxelas, sobre o tratamento dos ativos tóxicos dos bancos, considerados responsáveis pela paralisia persistente do crédito, indicou o presidente francês, Nicolas Sarkozy.

"A reunião viabilizou um acordo sobre o tratamento dos ativos tóxicos que naufragam as contas dos estabelecimentos bancários", disse Sarkozy à imprensa, ao final da cúpula.

Por sua vez, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durao Barroso, falou de um "acordo global" em um "marco comum", precisando que a decisão final será tomada na próxima cúpula da UE de 19 e 20 de março.

cat-cm/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.