UE fecha acordo para reduzir emissão de CO2 de automóveis a partir de 2012

A União Européia (UE) chegou a um acordo nesta segunda-feira para obrigar a indústria automobilística a reduzir o nível de emissão de CO2 de seus veículos a partir de 2012, sob pena de multas para as montadoras que não cumprirem a nova regra, disse à AFP um dos negociadores.

AFP |

O compromisso faz parte dos esforços da UE para combater o aquecimento global, e foi alcançado durante as negociações entre representantes dos 27 países do bloco, do Parlamento Europeu e da Comissão Européia, após vários meses de discussões.

"Não é o que a Comissão havia proposto inicialmente, mas há uma compensação, com um objetivo a longo prazo" de redução das emissões (de dióxido de carbono, CO2) "e com punições bastante severas", acrescentou a mesma fonte.

O acordo prevê uma série de etapas para esta redução entre 2012 e 2015, que devem ser cumpridas pela indústria automobilística. O objetivo é que os carros produzidos sob as novas normas produzam apenas 130 gramas de CO2 por quilômetro rodado.

A princípio, a Comissão havia sugerido uma redução das emissões de CO2 a partir de 2012, sem nenhum tipo de escalonamento, o que foi alvo de vários protestos por parte do setor automotivo e de alguns países.

O escalonamento aprovado na proposta final será compensado por um novo objetivo de redução, de 95 gramas por quilômetro rodado, estabelecido para 2020.

Além disso, foram definidas multas progressivas caso o limite seja ultrapassado dentro dos prazos fixados.

csg/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG