UE estuda cultivo de milho transgênico da Monsanto

A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia (UE), vai refletir sobre o cultivo de milho transgênico, após a decisão alemã de suspendê-lo, declarou nesta quarta-feira o comissário europeu para o Meio Ambiente, Savros Dimas, em Praga.

AFP |

"Vamos pensar sobre este assunto para tomar a decisão correta", declarou, após uma reunião informal dos ministros europeus do Meio Ambiente em Praga.

Segundo uma fonte próxima à Comissão, pode haver inclusive uma modificação da legislação.

"A opinião pública é contrária ao cultivo do milho transgênico na Europa, as mentalidade mudaram e a legislação atua como um piloto automático e é preciso dar uma direção a ela", acrescentou a mesma fonte.

Ao ativar a cláusula de proteção contra o milho MON810 do gigante americano Monsanto, a Alemanha é o sexto país, depois de França, Grécia, Áustria, Hungria e Luxemburgo, a ter proibido esta variedade de OGM (Organismo Geneticamente Modificado), em nome do princípio da precaução.

Até agora, a Comissão tentou convencer os países contrários a autorizar o cultivo do MON810, mas com a França e a Alemanha no grupo dos opositores, é mais difícil reunir a maioria considerada necessária (uma maioria de Estados que representem dois terços dos cidadãos da UE), para impor os cultivos transgênicos.

Se o caso tiver de ser submetido agora ao voto europeu, seria recusado com certeza, disse a fonte europeia, que preferiu se manter no anonimato.

sof/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG