UE está preparada para levar ajuda às vítimas do terremoto na China

Bruxelas, 13 mai (EFE) - A União Européia (UE) está preparada para fornecer ajuda humanitária aos afetados pelo terremoto que atingiu na segunda-feira o sudoeste da China, anunciaram hoje os ministros do bloco responsáveis por essa área.

EFE |

Em reunião em Bruxelas, os ministros aprovaram conclusões nas quais expressaram suas condolências à população da China "pela perda em massa de vidas e devastação causadas pelo terremoto que arrasou o país".

"Compartilhamos a pena de todos os que perderam um ente querido e expressamos nossa solidariedade para com os que ficaram feridos ou sofreram graves danos materiais", indica o texto respaldado pelas titulares de ajuda humanitária.

Em entrevista coletiva ao fim do encontro, o comissário europeu de Desenvolvimento e Ajuda Humanitária, Louis Michel, explicou que há uma "disposição absoluta" por parte da UE de ajudar os afetados.

"Em vista da disposição da China em aceitar ajuda estrangeira, a UE está pronta para fornecer ajuda o mais rápido possível, assim que as condições permitirem", indica o texto de conclusões.

O Governo chinês já contabilizou mais de 12 mil mortos e 16 mil soterrados pelo terremoto de 7,8 graus na escala Richter que foi sentido na segunda-feira em todas as divisões administrativas da China, exceto as do nordeste e noroeste.

Pequim convidou hoje a comunidade internacional a enviar ajuda a Sichuan e outras zonas do país afetadas, seja em forma de pessoal, material de emergência ou equipes de resgate. EFE mb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG