UE espera acordo unânime para receber presos de Guantánamo

Luxemburgo - A Presidência tcheca da União Europeia (UE) espera conseguir hoje um acordo unânime para receber várias dezenas de detidos de Guantánamo e ajudar os Estados Unidos a fechar essa prisão.

EFE |

"Confio firmemente em conseguir um acordo", assinalou o titular do Interior tcheco, Martin Pecina, ao chegar ao Conselho de Ministros comunitário que deve tomar a decisão.

"O acordo interessa a todos os Estados-membros da UE, já que permitirá que cada um dos 27 países negocie diretamente com os Estados Unidos", acrescentou.

Embora o número de detidos recebidos na Europa dependa do resultado das conversas entre cada país com Washington, o ministro tcheco disse que o total poderia chegar a "várias dezenas".

Até agora, pelo menos nove países da UE se mostraram dispostos a receber alguns dos detidos, a fim de buscar uma saída humanitária e ajudar o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a cumprir seu compromisso de fechar o centro de detenção de Guantánamo até 2010.

Leia mais sobre: Guantánamo

    Leia tudo sobre: guantánamo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG