UE enviará militares para construir abrigos no Haiti

Bruxelas, 11 fev (EFE).- A União Europeia (UE) prepara o envio de uma missão militar ao Haiti para a construção de abrigos para a população que ficou desabrigada no terremoto do mês passado, informou a chefe da diplomacia do bloco, a britânica Catherine Ashton.

EFE |

Ashton anunciará aos chefes de Estado ou de Governo reunidos hoje na cúpula informal da UE que acontece em Bruxelas que dará início aos preparativos para o envio de militares ao país caribenho. O objetivo é que eles comecem a trabalhar na construção de abrigos antes de março, quando começa o início da estação chuvosa.

"Os abrigos são agora a necessidade mais urgente" no Haiti, afirmou Ashton em uma declaração transmitida por seu porta-voz.

A ajuda ao Haiti, tanto a imediata como a de longo prazo, será um dos assuntos de hoje na reunião informal da UE.

Ashton ressaltou que, após "contatos intensivos", tanto o primeiro-ministro haitiano, Jean Max Bellerive, como as Nações Unidas,pediram à UE que "lidere uma resposta militar europeia" que se some à ajuda humanitária e ao desenvolvimento já oferecida pelo bloco europeu.

Fontes da UE informaram que o Comitê Político e de Segurança da UE deve discutir amanhã como acelerar a aprovação do projeto, que ainda não teve definido seu número de participantes.

"A prioridade continua sendo salvar vidas e ajudar a população do Haiti a fazer frente a este terrível desastre", acrescentou Ashton, para quem "a fase de emergência (no país caribenho) ainda não terminou". EFE rja/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG