UE enviará especialistas à Itália para avaliar segurança após terremoto

Bruxelas, 11 abr (EFE).- A União Europeia (UE) anunciou hoje que enviará especialistas à Itália para avaliar a segurança dos edifícios após o terremoto e as réplicas que atingiram o centro do país e confirmou que França, Grécia, Alemanha, Espanha e Suécia já se ofereceram para colaborar.

EFE |

Esta resposta da UE ocorre depois que, na sexta-feira à tarde, o Governo italiano solicitou o envio de pelo menos oito especialistas europeus para ajudar a normalizar a situação, após uma catástrofe que já deixou 291 mortos e cerca de 1,5 mil feridos, afirmou a Comissão Europeia (órgão executivo do bloco), em comunicado.

Cerca de 40 mil pessoas estão em alojamentos temporários e hotéis à espera de poder retornar para casa, após se confirmar a segurança dos edifícios atingidos.

França, Grécia, Alemanha, Espanha e Suécia já se comprometeram a enviar dez especialistas, que devem estar em Roma no início da semana.

A Comissão afirmou que está à espera de que outros Estados-membros ofereçam seu apoio ao longo do dia.

"Estamos diante de um desastre humano muito grande. A Europa mostra sua solidariedade e responde rapidamente ao pedido da Itália", disse o comissário de Meio Ambiente da UE, Stavros Dimas.

Dimas agradeceu a rapidez aos países da UE que já ofereceram o envio de especialistas à área, assim como o esforço das autoridades italianas, especialmente, do departamento de Defesa Civil. EFE mrn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG