UE e ONU conectarão, em outubro, os registros de emissões de CO2

Bruxelas, 7 ago (EFE) - A União Européia (UE) e as Nações Unidas (ONU) concordaram hoje que a conexão dos sistemas de registro de emissões de dióxido de carbono (CO2) será realizada na primeira quinzena de outubro.

EFE |

Após anunciar a futura conexão, o bloco europeu informou hoje em comunicado que, devido ao resultado positivo dos testes técnicos realizados entre 18 de julho e 4 de agosto, "a Comissão Européia (CE) está preparada para cumprir essa agenda".

Para fazer a conexão, serão suspensas todas as operações de registro durante um período máximo de sete dias corridos.

O Registro Independente de Transações da Comunidade (CITL) e o Registro Internacional de Transações (ITL) -da UE e da ONU, respectivamente - eram encarregados até agora de forma independente de contabilizar os direitos e créditos de emissão de CO2 das empresas.

Agora, com a ligação dos registros, a transferência de unidades de redução de emissões será facilitada às empresas que decidam investir em terceiros países como método para cortar as emissões.

EFE mrn/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG