UE e EUA pedem acordo rápido sobre Rodada de Doha

Brdo (Eslovênia), 10 jun (EFE).- A União Européia (UE) e os Estados Unidos pediram hoje um acordo rápido sobre a Rodada de Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), mas sem fixar prazos concretos.

EFE |

"Pedimos que todos os membros da OMC façam contribuições significativas necessárias para avançar as negociações, conseguir novos progressos nas próximas semanas sobre os objetivos (da negociação) e concluir o acordo urgentemente", destacou a declaração comum da Cúpula UE-EUA, realizada em Brdo, na Eslovênia.

Durante os debates, os EUA insistiram na menção da meta de conseguir um acordo definitivo antes do final do ano, poucas semanas antes do fim do mandato do presidente americano, George W. Bush.

No entanto, a UE foi contra, pois considera que um compromisso desse tipo enfraqueceria a postura negociadora frente ao Brasil e outros países.

"Estamos comprometidos" com o êxito da Rodada de Doha, afirmou Bush na coletiva de imprensa, na qual reconheceu que um acordo "não será fácil, mas é necessário".

Bush afirmou que "é realmente importante vencer agora as vozes do protecionismo" através de um acordo "que satisfaça a todos".

O presidente dos EUA disse que quem está "realmente preocupado" com o desenvolvimento e a pobreza no mundo precisa entender que "uma das formas de tirar as pessoas da pobreza é através do comércio".

EFE rcf/wr/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG