UE e EUA insistem em conseguir acordo de paz no Oriente Médio ainda este ano

Brdo (Eslovênia), 10 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, George W.

EFE |

Bush, e a União Européia (UE) insistiram hoje na conquista de um acordo de paz entre israelenses e palestinos para este ano, e prometeram "esforços complementares" para conseguir esta meta.

Em comunicado conjunto ao final da Cúpula União Européia-Estados Unidos, realizada hoje em Brdo, na Eslovênia, Bush e os principais líderes europeus lançaram uma chamada a israelenses e palestinos para cumprir todas as obrigações adquiridas no Mapa de Caminho, o plano de paz patrocinado por EUA, UE, Rússia e ONU.

As duas partes lançam uma chamada aos países doadores para cumprir seus compromissos e, se for possível, aumentar sua ajuda à Autoridade Nacional Palestina (ANP), liderada pelo presidente Mahmoud Abbas.

Sobre este assunto, tanto Bush quanto os dirigentes europeus afirmam que estão realizando "trabalhos importantes" para melhorar as capacidades palestinas, de modo que este povo esteja preparado para "um Estado palestino democrático no futuro, que conviva em paz e segurança com Israel".

Além disso, expressam a importância do envolvimento dos outros países árabes no processo de paz, e elogiam a iniciativa da Liga Árabe em busca de uma paz exaustiva na região.

Em relação ao Líbano, Bush e os europeus expressam sua satisfação pela escolha de Michael Suleiman como presidente do país, e declaram seu compromisso com "a soberania e independência" do Líbano, assim como seu apoio ao Governo estabelecido.

"Esperamos com vontade que seja restabelecido o funcionamento de todas as instituições democráticas no Estado do Líbano", afirma o documento. EFE mv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG