Bruxelas, 5 jan (EFE).- A viagem pelo Oriente Médio do presidente da França, Nicolas Sarkozy, que coincidiu com uma missão oficial da União Européia (UE) para alcançar a paz entre israelenses e palestinos é bem-vinda pela Comissão Européia, que considera que o importante é transmitir a mesma mensagem.

"Qualquer contribuição é bem-vinda", declarou hoje o porta-voz da Comissão Européia Amadeu Altafaj, em relação ao fato de que Sarkozy ter mantido esta iniciativa quando já passou a Presidência rotativa da UE para a República Tcheca.

A troika da UE é liderada pelo ministro de Relações Exteriores tcheco, Karel Schwarzenberg, e participam também o Alto Representante da União Européia para Política Externa e de Segurança, Javier Solana, e a comissária de Relações Exteriores da UE, Benita Ferrero-Waldner.

O porta-voz comunitário disse que a visita do presidente francês já estava programada há algum tempo e afirmou que se suas ações para fazer chegar a mensagem unânime da UE tiver êxito "seremos mais que felizes".

"A questão não é quem leva a mensagem, mas como pode ser efetiva", declarou, embora tenha dito que a missão oficial da UE "é o centro da ação européia".

O objetivo do bloco é obter um cessar-fogo permanente em Gaza, o acesso humanitário imediato à região e a intensificação do processo de paz, disseram os ministros de Assuntos Exteriores em reunião de urgência realizada no último dia 30 de dezembro em Paris.

Para isto, declarou Altafaj, a missão européia não tem a intenção de se reunir com uma das partes em conflito, já que o Hamas, no Governo de Gaza, está na lista de organizações terroristas da UE.

EFE met/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.