Bruxelas - A Presidência sueca de turno da União Europeia (UE) qualificou hoje o anúncio da Sérvia de solicitar oficialmente sua adesão ao bloco de países como um passo histórico, e convocou o presidente sérvio, Boris Tadic, na próxima terça-feira em Estocolmo para que apresente o pedido de ingresso.

O Executivo sérvio aprovou ontem o documento pelo qual o país solicitará oficialmente sua entrada na UE, após uma reunião na qual participaram Tadic e o primeiro-ministro, Mirko Cvetkovic.

Os líderes assinaram o documento e anunciaram que consultarão com a Presidência sueca da UE sobre o momento apropriado para entregar a solicitação de admissão.

"A Sérvia deu um passo histórico", afirmou em comunicado o primeiro-ministro sueco, Fredrik Reinfeldt, que também expressou seu desejo de receber Tadic na próxima terça-feira 22 em Estocolmo para que lhe entregue a solicitação oficial.

O processo de aproximação de Belgrado a Bruxelas foi acelerado desde o começo deste mês, depois que a Holanda desbloqueou após um ano e meio o acordo comercial interino da UE com a Sérvia.

Holanda deu sinal verde depois que o Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) confirmou a maior cooperação de Belgrado na busca dos acusados por crimes de guerra que continuam foragidos.

Leia mais sobre: Sérvia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.