Paris, 18 ago (EFE) - A União Européia (UE) anunciou hoje que seguirá apoiando o Paquistão no caminho da consolidação da democracia, ao saber da decisão de Pervez Musharraf de renunciar como presidente do país.

A Presidência francesa semestral do bloco "deseja que o futuro presidente e o Governo paquistaneses possam trabalhar juntos pelo desenvolvimento e a consolidação da democracia no Paquistão, no respeito das instituições e do Estado de direito", segundo indicou em comunicado.

"A União Européia seguirá apoiando o Paquistão nesta via", acrescenta a nota.

A Presidência da UE expressou ainda sua convicção de que "o reforço das instituições democráticas do Paquistão permitirá também consolidar a estabilidade e a cooperação regionais".

Ao anunciar a renúncia em discurso exibido pela televisão, Musharraf disse que agia "pelo bem da nação" ao evitar a "instabilidade" do processo de destituição que os partidos da coalizão governamental abriram contra ele, e rejeitou as acusações.

O líder do Senado paquistanês, Mohammedmian Soomro, assumiu de forma interina a Presidência do país. EFE al/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.