Bruxelas, 17 jul (EFE).- A Comissão Européia (CE) não aceitará um acordo a qualquer preço sobre a abertura de mercados agrícolas e industriais na reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC), na próxima semana em Genebra, conforme disseram hoje os chefes negociadores da União Européia (UE).

O comissário de Comércio europeu, Peter Mandelson, e a comissária de Agricultura européia, Mariann Fischer Boel, destacaram, em coletiva de imprensa, que esperam que outros membros se movimentem e cedam nas discussões que começam na segunda-feira, a fim de retomar a Rodada de Doha para a liberalização do comércio mundial.

"Não aceitaremos um acordo que não possamos defender em casa, perante nossos agricultores e perante nossas indústrias", ressaltou Mandelson.

Os chefes negociadores da UE asseguraram que na reunião, que contará com mais de 30 países que fazem parte da OMC é possível um acordo, "está ao alcance pelas mãos", mas por outro lado existem "dificuldades" a serem solucionadas.

Os responsáveis de Comércio da UE se reunirão amanhã para chegar a uma posição comum sobre a negociação da próxima semana, em Genebra.

Os representantes dos 27 países-membros da UE realizarão um Conselho de ministros extraordinário, por ocasião da reunião.

O Conselho de ministros da UE discutirá as expectativas perante as negociações da semana que vem em Genebra, cujo objetivo é dar um impulso à Rodada de Doha, para que possa ser concluída este ano. EFE ms/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.