UE diz que nacionalizações prejudicam relações com A.Latina

Madri, 18 jul (EFE).- A comissária européia de Relações Exteriores, Benita Ferrero-Waldner, advertiu hoje que as políticas de nacionalização de empresas realizadas por alguns Governos da América Latina prejudicam as relações econômicas entre a Europa e a região.

EFE |

"A segurança jurídica é fundamental e dissemos claramente que não há como seguir desta maneira", disse hoje a comissária em um pronunciamento em Madri.

Ferrero-Waldner, que visitou recentemente Brasil, Uruguai e Peru, lembrou que a União Européia (UE) está negociando acordos comerciais com os países centro-americanos e os da Comunidade Andina.

A comissária comentou que "a segurança jurídica é fundamental" para que estas conversas prosperem, sem "que aconteçam nacionalizações da noite para o dia".

Ferrero-Waldner assegurou que os negociadores europeus "disseram isso claramente a alguns países, e que, em resposta a estas advertências, alguns Governos repensaram suas ações e outros não".

"Isso não é nada bom para eles, porque muitos investidores vão perder a confiança", insistiu Ferrero-Waldner. EFE cll/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG