UE destinará 25 milhões de euros para reduzir impacto ambiental de aviões

Bruxelas, 16 jun (EFE).- A Comissão Europeia e a indústria aeronáutica destinarão 25 milhões de euros a pesquisas para reduzir o impacto ambiental dos aviões, depois que concluir a convocação de propostas aberta hoje, anunciou o Executivo da comissão.

EFE |

Esta primeira convocação faz parte do programa de pesquisa público-privado conhecido como Clean Sky, projetado para um período de sete anos (até 2014) e que conta com um orçamento total de 1,6 bilhões de euro.

O objetivo é cumprir com compromissos ambientais, como a redução de 50% das emissões de dióxido de carbono (CO2) e de 80% das de óxido de nitrogênio, até 2020, além da redução de 50 % dos ruídos produzidos pelos aviões.

Segundo o comissário europeu de Ciência e Pesquisa, Janez Potocnik, o passo dado hoje "ressalta o compromisso conjunto da Comissão e da indústria aeronáutica europeia" com o desenvolvimento de tecnologias de ponta para reduzir o impacto ambiental e reforçar a competitividade neste setor.

A Comissão espera que o programa permita construir aviões com materiais mais leves, projetar motores mais silenciosos e eficientes e mecanismos inteligentes, que garantem menor resistência ao vento.

As novas tecnologias, que serão selecionadas definitivamente em 2010, serão destinadas a desenvolver uma nova geração de aviões, até 2015.

O Clean Sky inclui entre seus membros as 120 organizações de 16 países, 86 indústrias - 20 pequenas e médias empresas -, 15 centros de pesquisa e 17 universidades. EFE mrn/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG