UE deseja que a cúpula do G20 anuncie medidas concretas

A inédita reunião de cúpula do G20, que será realizada em Washington, em 15 de novembro, para buscar uma resposta para a crise financeira mundial, deve anunciar medidas concretas e ser seguida por outros encontros, informou nesta quarta-feira um diplomata europeu de alto escalão.

AFP |

"Resolveu-se começar com uma cúpula que envie uma forte mensagem política para mostrar que os chefes de Estado de grandes países trabalham para achar soluções", enfatizou.

A reunião de Washington, proposta pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, e organizada de emergência pelo governo de George W. Bush, deve reunir, entre 14 e 15 de novembro, os chefes de Estado e de Governo do G20, um grupo que até agora não teve grande peso no cenário e que reúne os principais países industrializados e os grandes emergentes.

Essa reunião será precedida, em 8 e 9 de novembro, por uma reunião de ministros da Economia do G20, em São Paulo.

vog/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG