UE defende não associar gripe a porcos

BRUXELAS - A Comissão Europeia (órgão executivo da União Europeia) destacou nesta terça-feira que os casos de gripe suína em humanos não têm a ver com o consumo de carne de porco, e inclusive defendeu mudar o nome da doença para nova gripe, a fim de evitar perdas econômicas aos produtores desse setor.

EFE |

A comissária de Saúde da União Europeia (UE), Androulla Vassiliou, mostrou, em entrevista coletiva, o interesse da Comissão em batizar como "nova gripe" a infecção confirmada em humanos no México, EUA, Espanha, Grã-Bretanha, Nova Zelândia e Israel, a fim de que os cidadãos não a associem mais ao setor suíno.

Vassiliou disse que "não é o caso" de se chamar de gripe suína. Por isso, com a mudança de nome, se evitaria os efeitos negativos que o alarme pela propagação da doença pode provocar no setor de criação de porcos.

A comissária ressaltou que a infecção não é transmitida pelo consumo de carne ou derivados do porco, e ressaltou que seu consumo é "seguro".

Além disso, um especialista da Direção de Saúde da Comissão Europeia - que pediu para não ser identificado -, admitiu que a origem da doença que agora está se propagando entre as pessoas foi a transmissão por um porco, mas a variedade da gripe suína (H1N1) que agora preocupa é diferente.

Essa variante é resultado de quatro vírus: um de gripe humana, outro de gripe aviária, outro de gripe suína da América e outro de gripe suína da Europa.

Segundo a fonte, os produtores de porco e os veterinários da Europa devem continuar com as medidas habituais, sem ações adicionais para evitar a gripe suína, diante da situação atual.

Além disso, fontes da Comissão lembraram que, se um porco estiver infectado, pode transmitir a doença por via aérea e as possibilidades de contagiar humanos são inferiores que no caso da gripe aviária.

No porco, o vírus fica nos pulmões, enquanto, nas aves, chegava ao sangue, segundo a mesma fonte.

Leia também:

Entenda a gripe suína:

Gripe suína no Brasil

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG