UE decide aumentar contribuições ao FMI

Bruxelas, 2 set (EFE).- Os países da União Europeia (UE) decidiram hoje aumentar para 125 bilhões de euros suas contribuições ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

EFE |

Os ministros da área econômica do bloco aprovaram um reajuste nas cotas pagas por seus países para financiar o órgão multilateral de crédito, que por enquanto totalizam 75 bilhões de euros.

O aumento foi decidido com base nas necessidades do FMI para fazer frente à crise econômica internacional.

"Temos que colocar nosso dinheiro onde é necessário", declarou em entrevista coletiva Anders Borg, ministro de Finanças da Suécia, país que se encontra à frente da Presidência rotativa do bloco. EFE jms/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG