BRUXELAS (Reuters) - A União Européia decidiu na quinta-feira eliminar suas sanções contra Cuba, disse a comissária de Relações Exteriores da UE, Benita Ferrero-Waldner. As sanções cubanas serão levantadas, disse ela a jornalistas após um encontro de ministros do Exterior do bloco de 27 países chegar a um acordo em um jantar em Bruxelas.

As medidas da UE foram impostas depois de ações contra os dissidentes em 2003 e inclui o congelamento das visitas de autoridades de alto nível.

As sanções foram suspensas em 2005. A abolição completa delas foi decidida para estimular mais reformas por parte do presidente Raúl Castro, que assumiu o cargo após o afastamento do irmão dele, Fidel, em 24 de fevereiro.

(Reportagem de David Brunnstrom)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.