UE critica visita de Putin à Abkházia

Bruxelas, 13 ago (EFE).- A União Europeia (UE) manifestou hoje sua insatisfação com a visita do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, à região georgiana da Abkházia, realizada sem autorização de Tbilisi, já que coloca em questão a integridade territorial da Geórgia e dificulta a estabilização da região.

EFE |

Putin visitou na quarta-feira a região separatista, coincidindo com o primeiro aniversário do fim da guerra entre Rússia e Geórgia, de 8 a 12 de agosto de 2008, ao término da qual Moscou reconheceu a independência dos territórios georgianos separatistas da Abkházia e da Ossétia do Sul.

A viagem do primeiro-ministro russo foi considerada pelas autoridades georgianas uma "provocação" e a confirmação de que "a Rússia menospreza as normas do direito internacional".

Em nome da UE, a Presidência do bloco - nas mãos da Suécia - afirmou, em comunicado, que a visita de Putin "não é compatível com o princípio de integridade territorial" e também não contribui aos esforços internacionais para estabilizar a região.

A UE, acrescenta o comunicado, reitera seu apoio à soberania georgiana e a sua integridade territorial. EFE epn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG