UE critica execução de britânico pela China

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia condenou a China na terça-feira pela execução de britânico pego traficando heroína e pediu que Pequim acabe com a sentença de morte. A União Europeia condena em termos enfáticos a execução de Akmal Shaikh, afirmou a presidência do bloco de 27 países em um comunicado.

Reuters |

"Lamenta profundamente o fato de a China não ter dado atenção aos repetidos apelos da União Europeia e um de seus Estados membros para que a sentença de morte contra o senhor Shaikh fosse comutada", acrescentou a UE.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG