UE condena violência na Bolívia e pede diálogo construtivo

Paris, 12 set (EFE).- A União Européia (UE) condenou hoje os atos de violência nos departamentos bolivianos de Santa Cruz, Tarija, Pando e Beni, e chamou todas as partes a favorecer o diálogo construtivo, para evitar uma degradação da situação, que já levou à perda de vidas humanas.

EFE |

"A UE condena os atos de violência que se multiplicam atualmente na Bolívia, em particular nos departamentos de Santa Cruz, Tarija, Pando e Beni", afirmou o bloco, em comunicado.

A Presidência da UE, exercida pela França neste semestre, lamentou também que projetos de cooperação e de instituições de certos Estados-membros tenham sido objeto de ameaças e agressões.

Lembrou também que "estes projetos beneficiam os grupos mais vulneráveis do país".

Reiterou também sua "disponibilidade para ajudar no processo de diálogo junto a todos aqueles que queiram contribuir". EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG