Bruxelas, 19 ago (EFE).- A União Europeia (UE) condenou hoje os brutais atentados em Bagdá, que causaram a morte de pelo menos 95 pessoas, e manifestou seu apoio ao povo iraquiano perante a recente onda de violência que afeta o país.

A Presidência da UE - atualmente nas mãos da Suécia - condenou também, em comunicado, as ações com bomba que ocorreram em diversas partes do Iraque nas últimas duas semanas.

Os ataques de hoje foram a maior série de atentados na capital iraquiana após a retirada das tropas americanas das cidades do país, em junho, e ocorreu apenas dois dias antes do início do mês muçulmano do Ramadã. EFE rcf/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.