UE condena atentados que mataram 4 soldados britânicos no Afeganistão

Paris, 13 dez (EFE).- A União Européia (UE) condenou hoje os atentados provocados pela explosão de dois artefatos que mataram quatro soldados britânicos da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) no Afeganistão e prestou homenagem aos militares.

EFE |

Em comunicado, a Presidência do bloco - nas mãos da França - condenou "firmemente" o ataque contra uma patrulha britânica que realizava uma missão na província afegã de Helmand.

A Presidência da UE também enviou "seus sinceros pêsames" aos parentes e amigos das vítimas, e manifestou "sua solidariedade" às autoridades afegãs e britânicas.

Paralelamente, prestou "homenagem ao valor e à entrega dos soldados caídos pela segurança, liberdade e reconstrução no Afeganistão".

Um soldado do Comando 45 dos Royal Marines britânicos morreu após ter ficado ferido na explosão de uma bomba durante trabalhos de vigilância na área de Sangin, na província afegã de Helmand.

Pouco depois, em outra explosão, também em Sangin, três militares - dois do Comando 45 e outro do Regimento de Logística - morreram enquanto participavam de operações de rotina contra as forças inimigas na zona. EFE ac/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG