UE buscará com Medvedev relações mais pragmáticas e transparentes

Khanty-Mansiysk (Rússia), 27 jun (EFE).- A União Européia acertou hoje com o novo presidente russo, Dmitri Medvedev, o início da negociação de um ambicioso marco de relações, especialmente energéticas, baseado em princípios de pragmatismo, transparência e reciprocidade.

EFE |

"Hoje podemos declarar oficialmente que começam as negociações de um novo acordo estratégico que aproximará mais a Rússia e a União Européia", declarou Medvedev na entrevista coletiva com a qual finalizou a cúpula bilateral na qual estreou como anfitrião.

O novo líder russo; o presidente de turno da UE, o esloveno Janez Jansa; o presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso; e o alto representante da União Européia para política externa e segurança, Javier Solana, assentaram as bases para o início das conversas, que ocorrerá em 4 de julho, em Bruxelas.

Esta decisão foi definida por todos eles como um dos principais resultados da cúpula entre a União Européia e a Rússia, realizada hoje na cidade de Khanty-Mansiysk, na Sibéria (Rússia), já que o mero início das conversas estava há mais de dois anos bloqueado.

De acordo com Janza, se trata de um "novo começo" no qual a UE deposita muitas "expectativas". Para Solana, foi "virada uma nova página", marcada pelo sucessor de Vladimir Putin.

Por sua parte, Barroso garantiu que a Comissão fará "tudo o que for possível" para acelerar a aprovação do acordo.

O novo marco para as relações bilaterais pretende estar adaptado à realidade de uma UE com 27 Estados-membros, e uma Rússia mais disposta a estreitar vínculos comerciais e energéticos com seus vizinhos, e ao mesmo tempo ser capaz de blindar legalmente os interesses das empresas investidoras. EFE met/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG