A Comissão Europeia aprovou nesta terça-feira a venda no continente das duas primeiras vacinas contra a gripe A H1N1, um do laboratório suíço Novartis e outra do britânico GlaxoSmithKline (GSK).

"Após a recomendação científica favorável emitida na semana passada pela Agência Europeia de Medicamento, a Comissão Europeia aprovou a comercialização das vacinas em todos os países da União Europeia (UE), assim como na Islândia, Liechtenstein e Noruega", afirma um comunicado.

A medida entrará em vigor no mais tardar em 1º de outubro, segundo Bruxelas.

A distribuição da Focetria da Novartis e da Pandemrix da GSK deve possibilitar que um número suficiente de vacinas esteja disponível antes do início da sessão da gripe, reduzindo os riscos de doenças e de mortes para os cidadãos europeus, completa o comunicado.

bur-app/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.