Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

UE aumentará ajuda a Mianmar, mas exige acesso às vítimas

Bruxelas, 13 mai (EFE) - Os países da União Européia (UE) estão dispostos a destinar mais ajuda econômica e material para as vítimas do ciclone Nargis, que atingiu Mianmar, mas pedem à Junta Militar birmanesa mais facilidades de acesso para os trabalhadores e garantias sobre o destino da assistência.

EFE |

"Os Estados-membros prevêem dar uma ajuda financeira suplementar, também em material, e acelerar o ritmo da entrega", afirmou o secretário de Estado de Exteriores da Eslovênia, Andrej Ster, após uma reunião ministerial de urgência da UE para analisar a situação em Mianmar.

Ster disse que a UE já forneceu ou se comprometeu a entregar 25 milhões de euros de ajuda humanitária, um terço da assistência desdobrada ou anunciada pelas Nações Unidas.

No entanto, ressaltou que "é preciso fiscalizar para que a ajuda chegue às pessoas às quais está destinada" e se referiu às dificuldades de obter vistos de entrada entre os trabalhadores de ajuda humanitária.

O comissário europeu de Ajuda Humanitária, Louis Michel, anunciou que viajará hoje a Mianmar para tentar convencer as autoridades do país da necessidade de um acesso humanitário, pois, caso contrário, "à catástrofe se somará outra catástrofe".

O comissário insistiu em que a missão é "estritamente humanitária" e que não tem qualquer dimensão política.

Segundo Michel, o regime militar birmanês teme que a "esquadra humanitária" em seu país possa gerar pedidos de mudanças políticas.

O comissário, que ainda não recebeu visto de entrada em Mianmar, confiou em uma resposta positiva antes de iniciar viagem, mas expressou sua intenção de se deslocar "de todas as formas" e mesmo se não obtiver resposta das autoridades do país.

Ster e Michel não quiseram especificar o valor que poderia somar a ajuda dos países da União Européia, já que o montante total dependerá das necessidades. EFE rcf/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG